CACHOEIRINHA, GRAVATAÍ, STO. ANTÔNIO PATRULHA - RS

SETEMBRO 2013


ROTEIRO 1: PORTO ALEGRE À CACHOEIRINHA 


Saindo de Porto Alegre pela BR 290 (free-way) e no trevo desta com a Avenida Assis Brasil mais 1 km por esta última cruza-se a ponte sobre o Rio Gravataí chegamos a cidade de Cachoeirinha. O trajeto foi feito em automóvel.
Cachoeirinha é um município da Região Metropolitana de Porto Alegre e está situada a 19 km desta. A população do município era de 118.278 habitantes (IBGE 2010). Cachoeirinha se desenvolveu muito devido a seu Distrito Industrial e a causa disso favoreceu o comércio e serviços, onde já não depende tanto da capital, Porto Alegre.   

O nome Cachoeirinha teve origem em uma pequena queda d'água localizada a cerca de 1 km acima da ponte do Rio Gravataí, que impedia a navegação. Em 1925 foi construída a ponte de ferro, de uma mão, que terminaria virando símbolo da cidade, mesmo depois de desmontada e vendida a um ferro-velho. 
Fonte: www.cachoeirinha.rs.gov.br


Vista desde a ponte da Av. General Flores da Cunha


Rua do Parque, ao fundo a Paróquia Evangélica de Cachoeirinha 


Centro da cidade


Av. General Flores da Cunha no centro da cidade


Av. General Flores da Cunha no centro da cidade


Av. General Flores da Cunha no centro da cidade


Av. General Flores da Cunha no centro da cidade


Igreja Matriz São Vicente de Paulo


Igreja Matriz São Vicente de Paulo


Igreja Matriz São Vicente de Paulo


Rua Papa João XXIII


Igreja Matriz São Vicente de Paulo


Shopping do Vale - Av. General Flores da Cunha


Av. General Flores da Cunha na altura da Parada 59


Igreja Nossa Senhora de Fátima - Av. General Flores da Cunha na altura da Parada 59



ROTEIRO 2: CACHOEIRINHA  À  GRAVATAÍ


Saindo de Cachoeirinha ainda pela RS 20 (ou Av. General Flores da Cunha), chega-se a Gravataí onde o  limite entre as duas cidades se dá na parada 59, Cerca de 1 km aproximadamente há o trevo desta RS 20 e RS 30. Para a RS 20 chega-se aos distritos do município (Ipiranga, Itacolomi e Morungava), já pela RS 30 chega-se a sede do município. Nosso destino foi a sede do município, onde a RS 30 se chama Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira desde a divisa com Cachoeirinha até o centro da cidade. O transporte foi em automóvel. Também há outro caminho mais rápido para quem deseja chegar a sede de Gravataí (saindo de Porto Alegre, sempre pela BR 290 e no trevo da RS 118 à esquerda chega-se a Gravataí, a direita chega-se a Viamão, e em frente chega-se ao litoral gaúcho. Está distante a 30 km de Porto Alegre.

Conforme o censo IBGE 2010, Gravataí contava com 255.762 habitantes e o município se divide em 5 distritos: Sede, Barro Vermelho, Ipiranga, Itacolomi e Morungava.

Gravataí se destaca pelo seu forte desenvolvimento industrial, assim como cachoeirinha, foi instalado um Distrito Industrial com grandes indústrias, mas foi a partir do ano 2.000 com a instalação da fábrica de Automóveis GM  que a cidade deu um salto maior ainda para o desenvolvimento, onde o comércio , serviços e até hotéis começaram a se instalar no município.

Gravataí, quando do surgimento da povoação, em 1763, chamava-se Aldeia dos Anjos, e em 1809, elevou-se a Distrito de Porto Alegre. Em 1880 foi instalado oficialmente o município de Gravataí. O nome Gravataí tem origem na língua guarani, onde "gravatá", significa bromélia, abundante na região e "hy" significa rio. Traduzindo literalmente Gravataí significa Rio dos Gravatás.

Gravataí é servida por um elo de estradas para vários lugares principalmente entre a capital e o litoral. Entre elas está a BR 290 (free-way), ligando Porto Alegre ao litoral gaúcho. A RS 030, ligando a cachoeirinha, Porto Alegre e ao litoral, A RS 118 que liga Viamão à Sapucaia do Sul e ao norte do estado. A RS 020, que liga à Taquara e a Serra Gaúcha.


Praça Dom Feliciano (Praça da Matriz) - Centro


Colégio Dom Feliciano - Av. José Loureiro da Silva - Centro


Praça Dom Feliciano e Igreja Matriz N. Sra. dos Anjos


Colégio Dom Feliciano - Av. José Loureiro da Silva - Centro


Colégio Dom Feliciano - Av. José Loureiro da Silva - Centro


Prefeitura Municipal - Av. José Loureiro da Siva - Centro


Colégio Dom Feliciano - Av. José Loureiro da Silva - Centro


Colégio Dom Feliciano - Av. José Loureiro da Silva - Centro


Colégio Dom Feliciano e Rua Cônego Pedro Vagner


Colégio Dom Feliciano e Igreja Matriz N. Sra. dos Anjos na Rua Cônego Pedro Vagner


Colégio Dom Feliciano


Igreja Matriz N. Sra. dos Anjos


Igreja Matriz N. Sra. dos Anjos


Casa Açoriana


Igreja Matriz N. Sra. dos Anjos


Rua Dr. Luis Bastos do Prado


Rua do centro da cidade



ROTEIRO 3: GRAVATAÍ À SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA VIA GLORINHA


De Gravataí, seguindo pela RS 030, mais 24 km chegamos a cidade de Glorinha a qual já foi distrito daquele município. Para acesso a Glorinha também pode ser feito BR 290 (free-way).


Pórtico de entrada de Glorinha na RS 30


RS 030 - Centro de Glorinha


Igreja Matriz Nossa Senhora da Glória


Igreja Matriz Nossa Senhora da Glória


De Glorinha à Santo Antônio da Patrulha, são mais 27 km também pela RS 030.O trajeto foi em automóvel. Para quem quer maior rapidez desde Porto Alegre direto à Santo Antônio basta vir pela BR 290 (free-way), onde são percorridos 82 km.

Santo Antônio da Patrulha  é um município da região metropolitana de Porto Alegre e conta com uma população de 39.685 habitantes (IBGE).
É conhecida como terra da cachaça, sonho e rapadura

Foi um dos 4 primeiros municípios do Rio Grande do Sul (instalado em 1809)e a colonização foi basicamente açoriana, mas com o tempo passou a ser ocupado também por italianos, alemães e poloneses.  A origem do nome foi devido a construção de uma capela a qual foi dada o nome   de Santo Antônio e o nome "Patrulha" foi acrescido  em função das patrulhas instaladas em seu território objetivando a cobrança de impostos para a Coroa.
O município é dividido em 6 distritos: Sede, Miraguaia, Catanduva Grande, Pinheirinhos, Evaristo e Chicolomã.
Fontes: wikipédia e www.santoantoniodapatrulha.rs.gov.br 

O Centro Comercial da cidade fica na RS 030 e Av. Coronel Victor Vila Verde e no Bairro Cidade Alta  fica o centro histórico.

O CAMINHO DE SANTIAGO
O Caminho Gaúcho de Santiago  em Santo Antônio da Patrulha é uma réplica do trajeto original na Espanha e foi escolhido pela sua semelhança com o Caminho de Santiago de Compostela. Além de conhecer a histórica cidade de santo Antônio, o visitante se encantará com a beleza natural e rural do município. O caminho Gaúcho de santiago foi inaugurado em 19 de outubro de 2014 e a partir desta data tornou-se um percurso fixo podendo ser feito a qualquer dia e a qualquer hora por qualquer pessoa, salvo algumas observações:
O percurso tem início na frente da Prefeitura Municipal (Av. Borges de Medeiros, 456), tem 12 km de caminhada e leva cerca de 2h30min para completá-lo. A prefeitura via Secretaria de Turismo e Esporte somente dará apoio com guia turístico, transporte de volta e carimbos durante o trajeto se o grupo for composto de 15 pessoas ou mais. maiores informações e fonte: www.santoantoniodapatrulha.rs.gov.br 



Avenida Coronel Victor Vila Verde


Avenida Coronel Victor Vila Verde


Avenida Coronel Victor Vila Verde


Avenida Coronel Victor Vila Verde


Prédio histórico na Rua Marechal Floriano Peixoto


Igreja Matriz Santo Antônio


Ginásio Santa Teresinha - Rua Coronel José Maciel


Igreja Matriz Santo Antônio


Prédio antigo - Rua Coronel José Maciel


Igreja Matriz Santo Antônio


Igreja Matriz Santo Antônio



As próximas fotos são na Avenida Borges de Medeiros e seu casario histórico.
















Travessa 15 de Novembro


Travessa 15 de Novembro


Travessa 15 de Novembro



As próximas fotos são da Fonte Imperial, mandada construir por D. Pedro I, em 1826, quando do seu pernoite pela cidade e preocupado com o abastecimento de água da cidade autorizou a construção.
Fonte: www.santoantoniodapatrulha.rs.gov.br














Nenhum comentário:

Postar um comentário